Páginas

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Cravo e Canela


Senhores, é tal o meu estado de euforia,
Que nem consigo fazer rimas.
Nenhuma!
Nem pobre, e muito menos rica.
Mas vou falar dela,
De Gabriela.

Gabriela não acredita em rimas,
Talvez esqueceu do amor,
Pois naqueles 30 segundos
O seu tempo parou.

Hoje fico devaneando nos segundos
Aquele meio minuto.
Eu não sei bem o que pensar,
Talvez, foram apenas 30 segundos.

Não, não foi apenas um passar qualquer do tempo.
Em um simples olhar,
Concretizou em um suave beijo
Um desejo perigoso,
De um sentimento novo.

Mas Gabriela, acorde!
Viver é melhor do que sonhar,
É só esperar.
Vire a ampulheta,
E os 30 segundos irão voltar.


Gabriela Vaz

2 comentários:

Dea disse...

Gostei do te blog. Boas poesias e um layout que acalma, sei lá. Passa uma ideia de tranquilidade. Parabéns

http://semacaso.blogspot.com

MikaelMoraes disse...

gostei do seu blog, das suas fotos, dos seus posts, do seu blog e etc...

gostei msm

tanto q vou lhe propor uma parceria simples:

vc passa no nosso blog e comenta tmbm, veja os nossos vídeos e segui q nós iremos seguir o seu blog tmbm

http://mikaelmoraes.blogspot.com

retribuimos seguidores e comentários sempre